quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Testamento de Gugu Liberato causa polêmica com familiares e advogados


A assessoria de Gugu Liberato divulgou nesta quinta-feira, 19, nota esclarecendo sobre o testamento deixado pelo apresentador. Nele, ficou definido que os principais herdeiros da fortuna de Gugu serão os seus três filhos, João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Marina e Sofia, de 15.



A nota esclareceu ainda uma situação controversa envolvendo Rose Miriam di Matteo que teria sido procurada por outros advogados oferecendo representá-la numa batalha judicial contra os filhos reconhecidamente herdeiros.

Testamento de Gugu Liberato priorizou seus três filhos. (RecordTV - reprodução)

Terceiros não contemplados no testamento agiram de má fé e induziram Rose a procurar outro advogado em busca de uma fatia maior na herança, o que contrariaria a vontade de Gugu.

João Augusto, filho mais velho se recusou a assinar qualquer documento que fosse contra o testamento. A viúva chegou a assinar uma procuração constituindo um novo advogado, mas, entendendo que isso acarretaria uma disputa judicial entre ela e os seus filhos, escreveu uma carta de próprio punho revogando a representação.

A nota esclarece que “desde o momento da triste fatalidade, Rose Miriam Di Matteo vem sendo assediada por inúmeros advogados, tanto nos EUA, como no Brasil, que por vários meios e argumentações sugerem representá-la, ocultando o fato de que uma eventual disputa seria, dela Rose, contra seus filhos, reconhecidos herdeiros.”

Gugu Liberato nomeou como inventariante sua irmã Aparecida Liberato, acreditando ser ela “apta e capaz de levar a bom termo a liquidação do testamento e de sua expressa vontade”.


Veja também