segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Óleo no nordeste pode ter sido derramado propositalmente e governo será investigado

O óleo que invade o litoral nordestino não para de atingir o meio ambiente. Na Bahia, o óleo afeta 18 municípios, quase a metade do litoral. Neste sábado, as manchas chegaram à Praia dos Milionários, uma das mais procuradas pelos turistas em Ilhéus.


A ONU foi acionada oficialmente pelo Greenpeace para ajudar na investigação da origem do derramamento do óleo. O presidente Jair Bolsonaro havia insinuado que um barco da organização Greenpeace estava no litoral brasileiro, dando a entender por tanto, que seria o responsável pelo óleo.


Porém, a negligencia do governo em combater o avanço do óleo e a rapidez em 'culpar' a Venezuela, levantou suspeitas. Agora, organizações internacionais irão participar das investigações para determinar se o vazamento foi acidental ou criminoso e quem de fato é culpado. Governo brasileiro também será investigado

(Foto: reprodução)

Veja também