quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Criança de 11 anos morre após ganhar bombom dentro de Trem no Rio de Janeiro

A vendedora Gisele José da Luz, de 32 anos, não consegue entender o que aconteceu com Lorrana Madalena da Luz Manoel, de 14 anos, sua filha mais velha. A menina morreu na UPA do Jardim Íris, em São João do Meriti, na madrugada da última terça-feira, após chupar uma bala dentro de um trem da Supervia .


''Ela foi ao meu serviço e disse que estava passando mal. Eu disse que não era nada demais e fomos para casa. Quando foi por volta de 1h da manhã de terça, ela começou a sentir dormência nas pernas e a boca começou a espumar. Corri com ela para o hospital com o meu irmão e ela foi entubada. Ela estava bem, num primeiro momento. Voltei em casa para pegar uma roupa e quando voltei eles me disseram que ela já estava morta. Eu me joguei no chão e pedi a Deus para a minha filha voltar para mim'' afirma Gisele.


De acordo com a mãe, Lorrana recebeu a bala quando voltava do curso, na tarde da última terça-feira. Depois disso, a jovem começou a passar mal e foi levada para a unidade de saúde na Baixada Fluminense. Lá, a menina foi entubada e, horas depois, teve uma parada cardiorrespiratória e morreu. A família não sabe dizer em qual estação de trem a menina aceitou o doce, que foi oferecido por uma mulher.

(Fonte: O Globo)

Veja também